A fada madrinha da Andrade Gutierrez

Anderson Dorneles, assessor pessoal de Dilma Rousseff, é dono de um enorme bar no estádio do Beira-Rio – o RedBar.

Como informou O Antagonista, com exclusividade, o governo está apavorado com a notícia.

Giles Azevedo foi escalado para tentar abafar o caso.

O bar foi inaugurado por Anderson Dorneles três semanas atrás.

Alguns dias depois, a Andrade Gutierrez, que construiu o Beira-Rio, assinou um acordo com a Lava Jato para delatar os esquemas de propina na Petrobras, na Eletrobras e, também, nos estádios da Copa de 2014.

O Zero Hora, no ano passado, publicou uma reportagem sobre o empenho de Dilma Rousseff para garantir as obras do Beira-Rio.

Leia aqui:

“Quando a presidente Dilma Rousseff cortar a fita vermelha e reinaugurar oficialmente o Beira-Rio, os colorados certamente não se lembrarão que por 463 dias o clube viveu à beira de uma guerra civil, entre a quase falência, com um estádio às ruínas, e a glória, com uma casa reformada e pronta para receber a Copa do Mundo. Se fosse um jogo, poderia se dizer que Dilma foi o centroavante. Foi ela a ponte que descortinou ao Inter e ao Beira-Rio o futuro alvissareiro que faz a torcida flanar. Isso depois de dias de angústia e aflição que fizeram Giovanni Luigi, em ato desesperado, recorrer à autoridade máxima do país. Veio da voz forte do Planalto a cobrança para a Andrade Gutierrez assinar o contrato de reforma do estádio. Dilma é a fada madrinha que transformou o Beira-Rio de Coliseu a um dos mais bonitos do país”.

Dilma foi o centroavante

200