ACESSE

"A fatura pode chegar em breve"

Telegram

Jair Bolsonaro, com os atos deste domingo, em meio à pandemia de Covid-19, “dividiu sua base popular entre quem tem bom senso e quem não tem”, disse o Estadão.

“A classe média não gosta de ser pintada de radical e a fatura pode chegar em breve ao presidente”.

 

Leia também: Coronavírus: ameaça à saúde — e à economia.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 169 comentários