A fraude eleitoral de Dilma Rousseff

Dilma Rousseff, em setembro, negou que Focal, VTPB e Red Seg fossem gráficas fantasmas.

Seus advogados até anexaram fotografias da Focal “confeccionando o material da campanha eleitoral Dilma-Temer”.

Agora os peritos do TSE desmascararam a fraude.

Diz O Globo, citando o novo relatório do tribunal:

“As fotos de bandeiras com os dizeres ‘A vez e a voz das mulheres’, ao contrário do que afirma o Parecer Técnico Contábil Divergente, não se referem às eleições de 2014, mas às eleições de 2010”.

E também:

“As fotos da produção das bandeiras de campanha que possuem parte da Bandeira Nacional impressa, ao contrário do que se afirma no Parecer Técnico Contábil Divergente, não se referem às eleições de 2014, mas às eleições de 2010”.

Faça o primeiro comentário