A GESTÃO CRIMINOSA DO PT NA FUNCEF

O repórter Aguirre Talento, da IstoÉ, obteve gravações das reuniões dos diretores da Funcef, o fundo de pensão da Caixa, em que foram decididos alguns dos principais investimentos fajutos investigados pela Operação Greenfield.

Os diálogos mostram de forma nítida como os petistas que comandavam a Funcef agiram criminosamente para liberar os recursos, apesar dos alertas dos demais dirigentes.

O primeiro caso trata de um aporte de R$ 400 milhões na OAS, então presidida por Léo Pinheiro. O segundo é ainda mais escandaloso: R$ 1,2 bilhão para alavancar a Invepar, concessionária do aeroporto de Guarulhos, também da OAS em parceria com Funcef, Petros e Previ.

3

Faça o primeiro comentário