A hora da verdade para Temer

A pergunta agora é se Michel Temer vai mesmo tentar se desvincular de Dilma Rousseff na ação de cassação de mandato que corre no Tribunal Superior Eleitoral.

Se a resposta for “sim”, não será apenas porque ele, uma vez desvinculado da chapa original, poderá suceder Dilma Rousseff via TSE.

Será também porque o impeachment não esfriou para o vice-presidente e a ala que o sustenta no PMDB.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200