A inocência de Cunha

Eduardo Cunha continua a usar o impeachment para chantagear Dilma Rousseff.

Josias de Souza:

“Em privado, Eduardo Cunha voltou a ameaçar o Planalto com o impeachment. Ele condiciona o arquivamento do pedido de abertura de processo contra Dilma ao comportamento dos representantes do PT no Conselho de Ética da Câmara.

Cunha quer abater o pedido de cassação do seu mandato já no nascedouro. Para que isso ocorra, será necessário rejeitar o relatório do deputado Fausto Pinato, que considera haver indícios de que o colega recebeu propinas na Petrobras”.

Parafraseando Lula: Eduardo Cunha não tem de provar que é inocente.

Faça o primeiro comentário