ACESSE

A íntegra da decisão de Gilmar que manteve Queiroz em domiciliar

Telegram

“Embora a atuação dos pacientes nesse sentido pareça reprovável em si, ela não se revela antijurídica”, escreveu Gilmar Mendes, ao manter hoje a prisão domiciliar de Fabrício Queiroz e Márcia Aguiar.

Ao atender ao pedido da defesa, para evitar a volta do casal para a cadeia, ele também considerou que os fatos narrados no decreto de prisão “não são contemporâneos” e “não representam provas inequívocas de tentativas concretas de se furtar à aplicação da lei penal”.

Leia AQUI a íntegra da decisão.

Leia mais: Foro privilegiado: o STF dividido de novo

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 50 comentários