ACESSE

A inteligência dos brasileiros

Telegram

Quando Marcelo Odebrecht foi preso, seus esbirros na imprensa espernearam dizendo que não havia provas contra ele, que a Lava Jato quebraria a cara e que os procuradores atentavam contra o estado democrático de direito.

E o que aconteceu?

Marcelo Odebrecht continua preso e sua empreiteira, anteontem, fechou um acordo com os procuradores confessando todos os seus crimes.

O advogado de Lula, ontem à tarde, repetiu os mesmos argumentos dos esbirros de Marcelo Odebrecht:

“O MPF elegeu Lula como maestro de uma organização criminosa, mas esqueceu do principal, a apresentação de provas dos crimes imputados”.

E também:

“A farsa lulocêntrica criada ataca o estado democrático de direito e a inteligência dos cidadãos brasileiros”.

Em breve, quando todas as provas forem apresentadas ao juiz Sérgio Moro, o advogado de Lula terá de inventar outras mentiras.