A internacional do crime

O site Vice, em dezembro de 2014, publicou uma ampla reportagem sobre a Mossack Fonseca, no Panamá.

A empresa é acusada de ter lavado dinheiro de alguns dos piores ditadores das últimas décadas: Assad, Kadafi, Mugabe.

A reportagem cita também o argentino Lázaro Báez, operador do casal Kirchner e envolvido no esquema de propinas da Petrobras.

A Lava Jato, a partir do prédio do Lula, vai acrescentar outros nomes a essa lista de bandidos internacionais.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200