A Lava Jato pegou o Moch

A Lava Jato pegou o tesoureiro do PT.

O homem da mochila – Moch – vai ser preso.

Em 2008, um laranja de Alberto Youssef depositou 400 mil reais na conta da mulher de João Vaccari Neto, Giselda Rousie de Lima.

O laranja explicou que o dinheiro saiu de sua empresa de fachada como um empréstimo ao tesoureiro do PT, mas quem de fato pagou a bolada foi a Toshiba, depois de assinar um contrato com a Petrobras para as obras do Comperj.

Segundo a Folha de S. Paulo, o tesoureiro do PT recebeu uma segunda parcela de 400 mil reais no ano seguinte. O jornal publicou também uma cópia do extrato bancário de Giselda Rousie de Lima, com os primeiros 400 mil reais.

Adeus, Moch.

R$ 400 mil na conta do mochileiro do PT

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200