ACESSE

A Lava Jato prova (e prende)

Telegram

A Lava Jato, com a ajuda do Google e de uma operadora, “provou que o e-mail projetoalfredo@gmail era usado pelo analista da Receita Federal Marcial Pereira de Souza para cobrar propina de empresários em troca do cancelamento de multas milionárias por sonegação fiscal”, diz O Globo.

Uma mensagem enviada em 25 de outubro de 2018 não poderia ser mais clara:

“O documento que você recebeu é bem claro. Trata-se do calendário 2013. Sinalização maior que está controlado não há. Combinamos que toda correspondência recebida e por ele enviada (desta outra etapa) nos seria repassada. Até o momento não nos foi repassado nada. Por fim, os valores acertados ainda não foram pagos”.

EXCLUSIVO: A DELAÇÃO COMPLETA DE PALOCCI. Saiba mais

Comentários

  • Mauro -

    Vocês estão reproduzindo notícias do ESTADÃO, da VEJA e do GLOBO. Por quê eu deveria ler o Antagonista?

  • Carlos -

    Engraçado antagonista falar disto, mas que vemos é este governo perdoar sonegadores na nossa cara , com eles logo em seguida tirando onda gastando mais que devem, vocês poderiam falar sobre isto

  • Lúcia -

    Acho que vcs estão querendo dizer para uns e outros que não adianta e-mail falso e etc e tal ....kkkkkkkkk

Ler 15 comentários