ACESSE

A Lava Toga de Cabral

Telegram

Sergio Cabral, em seu acordo com a PF, delatou três ministros do STJ, membros do TCU, desembargadores do TJ e ex-chefes do Ministério Público do Rio de Janeiro, segundo O Globo.

“Apesar da grande quantidade de informações dadas pelo ex-governador, a PF optou por não fazer um acordo muito abrangente. Os casos que já tramitam na Lava Jato do Rio, por exemplo, não estão no foco da PF. Os investigadores buscavam novas histórias que envolvessem os casos em investigação no STF.”

Fernando Frazão/Agência Brasil

OS NEGÓCIOS FENOMENAIS DE LULINHA. Leia aqui

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 47 comentários