“A lei está na mão das pessoas que serão punidas”

Deltan Dallagnol, entrevistado pelo Estadão, atacou o plano dos criminosos eleitos para o Congresso Nacional que querem anistiar o caixa dois e assegurar a própria impunidade:

“Existem grandes acordos de colaboração e de leniência em andamento há mais de ano. Isso gera um temor concreto por pessoas que sabem que receberam recursos espúrios, especialmente de corrupção e de lavagem de dinheiro, de que sejam atingidos pela investigação. Em decorrência dessa perspectiva de ser atingido e de um sentimento de auto-preservação essas pessoas estão reagindo com os instrumentos que têm à sua disposição. E quando essas pessoas potencialmente investigadas são parlamentares, os instrumentos à sua disposição são muito poderosos, os instrumentos legislativos. A Lava Jato está buscando punir pessoas poderosas, inclusive quem fez a lei, com a própria lei. O detalhe é que a lei está na mão dessas pessoas que serão punidas. E a possibilidade é que essas pessoas usem a lei para punir quem investiga, para reagir a quem investiga, punindo e garantindo a sua própria impunidade”.

Faça o primeiro comentário