Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

À luz da Constituição

À luz da Constituição
São Paulo - O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Ayres Brito, encerra o seminário Caminhos Contra Corrupção, realizado pelo Instituto Não Aceito Corrupção e pelo tribunal de Contas de São Paulo.

Carlos Ayres Britto, em entrevista à Folha de S. Paulo, defendeu o impeachment de Jair Bolsonaro.

O jornal perguntou-lhe então se o impeachment “não é um trauma forte demais para um país, sobretudo no meio de uma pandemia”.

Ele respondeu:

“Trata-se de uma avaliação que incumbe às duas casas do Congresso. Pondero o seguinte: o ideal, em qualquer democracia, é que todo presidente popularmente eleito inicie e conclua o seu mandato. Foi eleito democraticamente para isso. Agora, à luz da Constituição, há intercorrências que podem caracterizar crimes de responsabilidade com suficiente gravidade para a decretação do impeachment.”

Leia mais: A causa desse desgoverno é política, como mostra a Crusoé desta semana.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO