“A mais fina flor da mediocridade”

Cid Gomes, em entrevista ao Estadão, tratou Jair Bolsonaro como a “mais fina flor da mediocridade”:

“O problema desse governo é que não tem projeto, traquejo ou habilidade de diálogo. É uma ala burocrática militar e outra de malucos que põem agendas ridículas que nada têm a ver com os problemas do Brasil. Querem continuar em campanha, tentando fazer contraponto com o PT. Não vejo no presidente e no Onyx  nenhum traquejo para tentar restabelecer o diálogo. Bolsonaro não é a nova política. É um velho político inexpressivo. Para mim, é a mais fina flor da mediocridade, da inexpressividade e do despreparo.”

Apesar disso, Cid Gomes é contrário à derrubada do presidente, assim como todo o resto da esquerda:

“O Bolsonaro, não sei se consciente ou por sorte do destino, escolheu um vice com uma patente que, sem entrar no mérito, é tudo o que o Brasil menos precisa nesse momento, um general no poder. A Venezuela está bem ali.”

A ESTRATÉGIA PARA FAZER A "NOVA POLÍTICA" SE CURVAR À "VELHA POLÍTICA". Leia aqui

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. IIgor Britto disse:

    Qual o motivo pra derrubar Bolsonaro? Ele cometeu algum crime de responsabilidade ou é só dor de perdedor mesmo? A mediocridade está entranhada é na cabeça de gente como o Cid e seu irmão.

    1. O motivo é que Bolsonaro é radicalmente oposto à pauta de esquerda e, principalmente, resiste a pressões para leiloar os cargos no governo em troca de apoio. Mediocridade não conta.

    2. Que ele é medíocre não há dúvida. Se você não vê isso, bem... Vou deixar que você tente completar o raciocínio.

Ler comentários
  1. SSergio Adriani de Jesus disse:

    Quem sabia negociar, era o Sr. Constantino

  2. MMIRIAM MALAGUTI disse:

    A Venezuela está bem ali, mas a ajuda do PT foi fundamental para chegar ao estágio atual.

    1. Sim, e lá se fez e se faz um toma lá dá cá com militares corruptos como nunca se fez, de maneira semelhante a que o PT fez para cooptar apoio no congresso.

  3. Paulo disse:

    Quem não foi eleito conta estória, é o que resta a esse maluco.

  4. Orion disse:

    O problema desse governo é que "Não tem projeto"...de poder.

  5. Trump disse:

    Leitores do antagonista, tem que perceber que há um nítido conluio da mídia contra Bolsonaro. Eles acham que se a america do sul inteira for dominadas pelos comunas, isso aqui vai virar paraíso.

  6. Eny disse:

    É o cangaceiro do irmão dele é a mais grossa flor da mediocridade. Falar em flor qdo. esse projeto de cangaceiro vai levar de novo a sogrinha para passear em Paris c verba pública?

  7. José disse:

    O coronel cearense, que pela idade que tem e o tempo que milita na política, me parece nunca ter trabalhado, tentando desqualificar um presidente eleito e a instituição mais confiavel do país.

  8. Fernando disse:

    O presidente é milagroso mesmo, é um Mito, ele fez os delinquentes da CUT, MTS, Força Sindical entre outras se transformarem em professores e alunos. Esse Bolsonaro faz milagres mesmo, parabéns!

  9. Jorge disse:

    Ué a Venezuela não é uma democracia?

  10. Patrício disse:

    Essa turma da esquerda é mestre em inverter o discurso. Venezuelizar o Brasil é projeto da esquerda, do lula, Ciro Gomes, Dilma, et caterva. Bolsonaro foi eleito para evitar essa desgraça. Consegui

  11. Marcelo disse:

    O meio político brasileiro é ocupado por um imenso arranjo de flores da mediocridade, encabeçado por Cid Gomes.

  12. Marcelo disse:

    e a petralhada é a fina flor do caquedo podre! segue o féretro

  13. Polistyca disse:

    Bom..., quanto ao PT é o lixo máximo do Brasil. Uns desgraç.ados.

  14. Walter disse:

    Nossa, a que ponto chegamos. Concordar com o coronel nordestino é difícil, mas necessário.

  15. Alessandro disse:

    Que Jair e seus articuladores são medíocres, isso é verdade. Se não fosse verdade, medíocres ainda maiores não estariam saindo dos esgotos para a tradicional verborragia oportunista.

  16. Nelma disse:

    Ainda bem que vc é apenas um derrotado e inconformado. Isso é verdade.

  17. Orion disse:

    "O problema desse governo" é que não tem "traquejo"...experiência para uma corrupção básica. Tá me entendendo$$ ?

  18. Regildo disse:

    "Traquejo" a gente vê nas boas maneiras dos Coroné Gomes! E a mais grosseira "flor da mediocridade" pode ser encontrada nos estapafúrdios bostejos do Cangaciro, mesmo quando está "medicado"!

  19. carlos disse:

    O Cid acertou em cheio. Quando se olha no espelho vê um despreparado, um politico velho e coronel nordestino. Crapula como o irmão.

  20. Jorge disse:

    Não se trata de traquejo ou habilidade de diálogo. Não se negocia com ratos. E é só o que tem na política e no STF.

  21. Victor disse:

    O sucesso da família dele no Nordeste é admirável né?

  22. Augusto disse:

    Assim falou o cara que entregou o estado as facções criminosas do país! O cara que está construindo um hotel cinco estrelas de 10 milhões logo depois de deixar o governo do estado! O Honesto! O P

  23. glaucio disse:

    É um babaca pedante tal qual o irmão.

  24. Ka. disse:

    Bom seria o boca suja do Cirão no Planalto, né, Cid, "governando" o Brasil em parceria direta com os chineses comunistas?! 👿

  25. Romy disse:

    Querer comparar o General Hamilton Mourão com os Generais Venezuelanos é de uma fina flor da mediocridade. Perfeito idiota este cabeça chata.

  26. Cacevo disse:

    Quer dizer então que os políticos estão com medo do Mourão. Interessante....

  27. Maikyavel disse:

    Pois é...o cara sempre foi fraco, mas como os outros partidos só nos apresentaram LIXOS e LADRÕES, por exclusão, o Bolsa foi eleito.

  28. Rogemon disse:

    Se Mourão assumir a chapa da bandidagem vai esquentar e muito. Bolsonaro, em certa medida, já é um militar. Mourao talvez traga mais intelecto à presidência, muito em falta hoje em dia.

  29. Melissa disse:

    Cangaciro: a mais fina flora da nulidade!

  30. Angela disse:

    Olha quem fala....o rei da mediocridade.