“A mais grave crise financeira da Polícia Federal”

Com o corte de 44% no orçamento determinado pelo governo, a Polícia Federal vive sua “mais grave crise financeira”, disse um delegado da cúpula da corporação a O Globo.

Trecho da reportagem:

“Com a escassez de recursos, a polícia não tem como comprar passagens aéreas, pagar diárias ou mesmo bancar voos das próprias aeronaves. Sem isso, delegados não podem planejar grandes operações. Em geral, prisões, conduções coercitivas e buscas de provas dependem da mobilização de policiais em vários estados e não apenas de agentes e delegados do unidade sede da apuração. As missões interestaduais são uma tradição da polícia e tem por objetivo garantir o sigilo e a surpresa da própria ação policial.”

Faça o primeiro comentário