A manobra de Dilma para beneficiar as empreiteiras

A Medida Provisória que anistiou empreiteiras e empreiteiros em seus acordos com a União foi alterada na última hora por Dilma Rousseff.

A descoberta foi feita por O Globo, que teve acesso à primeira versão do documento.

Inicialmente, a MP “ditava que administradores ou dirigentes das pessoas jurídicas poderiam ser afastados de seus postos por até cinco anos, contados a partir da data da assinatura da leniência”.

Esse parágrafo sumiu da versão aprovada por Dilma Rousseff, alguns dias depois.

Sumiu também a norma que previa a reparação “integral” dos danos causados aos cofres públicos. Sorrateiramente, a presidente da República modificou a lei a fim de que as empreiteiras não precisassem mais devolver todo o dinheiro roubado.

É vergonhoso.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200