A matemática do Centrão

Telegram

O Centrão realmente acredita que pode ter alguma chance em 2022.

Davi Alcolumbre fez a seguinte conta para o Valor:

“A gente vai ter a fotografia, na eleição municipal, do que vai ser a eleição nacional. Porém, do meu ponto de vista, a esquerda vai ter 25% dos votos, a extrema-direita, liderada pelo PSL, talvez tenha também 25% dos votos, e vai acabar com esses partidos de centro, centro-direita, ficando com esses 50%. Então acho que isso vai se refletir também na eleição geral de 2022.”

O Centrão ainda não entendeu que o eleitorado anti-Lava Jato já foi dominado pelo lulismo. O outro campo, que é amplamente majoritário, nunca vai votar num apoiador da ORCRIM.

Comentários

  • Henrique -

    Absolutamente encastelado....qual dos companheiros dele vai fazer o papel de chuchu versão 2.0?

  • Allan -

    Centrão corrupto, putrefato e fisiológico. Não votem nos partidos MDB, Progressistas ( antigo PP ) e Partido Liberal ( antigo PR ).

  • Massaaki -

    Ninguém tem o monopólio da santidade ou da honestidade, não importa ideologia, religião, cor ou partido. Esqueçam. E não tem nada a ver com novo ou velho. É só questão de caráter, não de si

Ler 56 comentários