“A nova Previdência quer remover os privilégios”

Ao falar aos deputados da comissão especial da Câmara que analisa a reforma da Previdência, Paulo Guedes disse o seguinte:

“A nova Previdência quer remover os privilégios, quer reduzir as desigualdades (…) Essa ilustre plateia do Legislativo, por exemplo, onde a aposentadoria média é R$ 28 mil, enquanto a aposentadoria média do INSS, do trabalhador brasileiro, desamparado, é R$ 1,4 mil.”

Em seguida, Guedes precisou que estava falando de funcionários do Legislativo, não de deputados.

Ah, bom.

 

Moro na linha de tiro: o ex-juiz que virou ministro vai suportar o jogo pesado de Brasília? LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. EEduardo Henrique de Oliveira disse:

    São servidores concursados capacitados ao contrário de muitos políticos eleitos por ter habilidade em enganar seus eleitores. Não se exige dos políticos mais do que não serem analfabetos.

Ler comentários
  1. Marcelo disse:

    A aposentadoria média do INSS é baixa porque em média os salários são baixos e as contribuições são menores. O que a reforma tem que buscar é consistência com a contribuição . Discurso ma

  2. Marcelo disse:

    Não era para fazer esse recuo, Ministro.

  3. kenoneer disse:

    Vai remover os privilégios dos militares?

  4. Pedro disse:

    Regras iguais p/todos: idade mínima, tempo de contribuição, alíquota de contribuição e cálculo do benefício pela média dos salários de contribuição. Fim das diferenças entre classes. O IN

  5. Roberto disse:

    Bolsonaro vai renunciar às suas duas aposentadorias em prol da reforma da previdência. No anúncio, mencionará a antiga e nobre tradição militar de liderar pelo exemplo

  6. José disse:

    IDIOTAS. Por acaso a reforma da previdência, ou o nome idiota Nova Previdência, é um ser para querer alguma coisa? ESTÚPIDOS, estão piorando a cultura das pessoas.

  7. Paulo disse:

    Pq de deputados não???? Não é para acabar com privilégios????

  8. Candinha disse:

    Gente que não pensa no país! Só querem fazer lacração prá extrema imprensa aproveitar. O corporativismo é que manda! Força Paulo Guedes!!!

  9. le disse:

    Mesmo assim, mesmo assim, políticos levam vidas nababesca, judiciário é uma discrepância abissal com relação aos brasileiros que sustentam os vagabundos.

  10. Pedro disse:

    E os militares? Ah... esses é censurado falar? Não só manter os privilégios como aumento no salário. Aposentadoria precoce. Filhas solteiras com renda até a morte. Paridade na inatividade.

  11. zu disse:

    Perfeito Ministro. Os inúteis privilegiados, vagabundos, imprestáveis caríssimos querem continuar mamando.

  12. Roberto disse:

    O PT me encheu o saco por 13 longos anos com a palavra "privilégio". Profesores esquerdistas fizeram meus filhos jogarem o "jogo do privilégio" na escola. E agora essa lenga lenga continua!!!!