ACESSE

"A opção parece ser a mais acertada", diz relator, sobre adiamento das eleições

Telegram

O deputado Jhonatan de Jesus, líder do Republicanos, da tribuna da Câmara, leu seu voto a favor do mérito da PEC do adiamento das eleições, em votação na tarde desta quarta-feira (1).

Se a Câmara referendar a decisão do Senado — serão necessários 308 votos em duas votações –, as eleições municipais deste ano serão adiadas para 15 de novembro (primeiro turno) e 29 de novembro (segundo turno), em razão da pandemia da Covid-19.

Jhonatan afirmou que o adiamento é “medida necessária” porque “há grande preocupação com a segurança sanitária de todo o processo eleitoral”.

“A opção parecer ser a mais acertada.”

Leia mais: A estratégia de Bolsonaro para chegar ao fim do mandato