A opinião de senadores sobre os 82 votos na eleição de Alcolumbre

Telegram

Como a Crusoé noticiou, a Polícia Federal até hoje não entendeu por que o Senado desistiu de enviar, para serem periciadas, as imagens do escandaloso processo de votação para a presidência da Casa.

Ninguém explicou ainda como surgiram 82 votos — são 81 senadores.

O Antagonista perguntou a opinião de senadores. Veja algumas respostas:

Alvaro Dias, do Podemos do Paraná: “O corregedor, Roberto Rocha, nos informa que a investigação não chegou ao responsável. A PF transferiu para a Polícia Legislativa a investigação. Não se chegou à conclusão sobre eventual responsável pela fraude”.

Márcio Bittar, do MDB do Acre: “Acho muito grave esse assunto não ser esclarecido. Se alguém fez algo premeditado, é muito grave, porque configuraria tentativa de fraude. Ou, então, se esclareça que foi um equívoco. Mas a dúvida só deixará de existir se for elucidado”.

Izalci Lucas, do PSDB do Distrito Federal: “Esse assunto foi colocado pelo corregedor [Roberto Rocha] na reunião de líderes. A informação que ele passou é que não há elementos, provas e filmagens que comprovem o autor”.

Paulo Paim, do PT do Rio Grande do Sul: “Houve uma sindicância no Senado já descobriram quem votou”.

Eduardo Gomes, do MDB de Tocantins: “Foi instaurado um procedimento e, depois disso, a cobrança diminuiu em razão da agenda de todos. Pode ser que na apresentação do foi apurado o assunto volte à tona”.

Marcos Rogério, do DEM de Rondônia: “A investigação ainda está em curso, não encerrou. Pelo o que sei, os levantamentos até agora são inconclusivos, não sendo possível determinar com clareza quem cometeu esse crime grave contra a probidade da eleição, contra a imagem do Senado. Alguém fez isso, o crime existiu, é grave. Porém, apontar culpado exige clareza na identificação para não haver injustiça”.

Weverton Rocha, do PDT do Maranhão: “Uma investigação está em curso na Casa. Prefiro aguardar o resultado que será apontado, porque aí teremos fato concreto sobre o qual nos pronunciar”.

Alessandro Vieira, do PPS de Sergipe: “Já defendi que seja solicitado o apoio da Polícia Federal para a apuração dos fatos. A fraude na eleição foi uma vergonha imensa para o Senado e exige resposta”.

Angelo Coronel, do PSD da Bahia: “Acredito ter sido equívoco de algum senador. Mas achei um absurdo o ocorrido, além de inadmissível não ter sido esclarecido até então”.

Plínio Valério, do PSDB de Amazonas: “Devemos uma satisfação ao povo brasileiro. De preferência, apontando os responsáveis pela falha, ou pelo crime”.

Comentários

  • UBIRATAN -

    Não há o que discutir sobre esse assunto. Houve quebra de decoro parlamentar e a punição ao causador tinha que ser feita, ou seja, com a caçação de mandato. Foi um ato intencional de má fé!

  • NaMosca -

    Não é necessária qualquer preocupação, pois muito breve serão fechados o Congresso, as assembleias, as câmaras e todos os tribunais superiores. Em seguida a cambada vai pra cana. Simples assim!

  • Jose -

    Só resta rir. kkkk

Ler 59 comentários