A ORCRIM capturou o Estado

Ainda de Celso de Mello, em seu voto no julgamento que transformou Valdir Raupp em réu por corrupção e lavagem de dinheiro na Lava Jato: