A ordem de Bolsonaro

A ordem de Bolsonaro
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Um ministro próximo a Jair Bolsonaro disse a Lauro Jardim que, no fim de semana, o presidente deu uma ordem para que João Doria “não fosse recebido” para falar sobre a vacina chinesa.

Eduardo Pazuello contrariou-o e quase foi demitido.

 

Leia mais: Vacina não tem candidato, é candidato que tem vacina.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 79 comentários
TOPO