A pauta de Lula não é a pauta de Temer

Michel Temer não tem o que conversar com Lula.

Foi o que disse Geddel Vieira Lima, secretário de governo, à Folha de S.Paulo.

Leia um trecho de sua entrevista:

A fatura do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff está liquidada?
Eu acho que isso já está definido. O meu sentimento é que hoje o impeachment faz mais de 60 votos a favor do relatório aprovado pela comissão especial do Senado.

Caso Dilma Rousseff seja de fato afastada, o governo federal chamará a petista para conversar?
Conversar sobre o quê? Eles voltaram ao sectarismo anterior com o discurso do golpe. Essa conversa se dará no Congresso Nacional, na negociação política entre líderes da base aliada de projeto a projeto. Não vejo razão para conversar. A não ser que tenha uma manifestação de líderes da oposição que gostariam de abrir um canal com o governo no sentido de pautas para o país.

E com o ex-presidente Lula?
Não é que [o governo Temer] não conversará de forma preconceituosa. É que não tem pauta ou agenda para conversar.