A “perda de credibilidade” de Moro

Fábio Zanini, da Folha de S. Paulo, disse que “a principal ameaça à Lava Jato, maior até do que um acordão no Congresso, é a perda de credibilidade de seu porta-estandarte”, Sergio Moro.

Em 2017, de acordo com o colunista, “a fervura seguirá alta, com novas revelações da Odebrecht, a possível delação de Eduardo Cunha e prováveis condenações de Lula. Tais condições exigem que Moro volte à discrição pré-estrelato, sem cair na tentação de ser parte do debate político. Sem virar um Gilmar Mendes, em outras palavras”.

Na verdade, o estrelato de Sergio Moro impediu as sucessivas tentativas de golpe contra a Lava Jato. E as revelações da Odebrecht, a delação de Eduardo Cunha e as condenações de Lula terão o efeito de aumentar ainda mais a credibilidade de nosso porta-estandarte.

Faça o primeiro comentário