A PF não protege ninguém

A PF, na Omertà, identificou o pagamento de propina da Odebrecht nas obras do estádio do Corinthians.

Isso mata o comandante máximo da ORCRIM.

Mas a lista de corruptos na mira dos investigadores da Lava Jato é muito maior.

O contrato da Linha 2 do metrô de São Paulo, por exemplo, rendeu dinheiro sujo para “Careca” e “Comunicação”.

Ao contrário da máfia, a PF não protege ninguém.