A PLANILHA TAMBÉM ENTERRA O FEIRA E A DONA XEPA

Ao analisar a planilha obtida com a Maria Lúcia Tavares, da Odebrecht, a Polícia Federal encontrou os argumentos necessários para pedir a prorrogação da prisão temporária de João Santana e Mônica Moura.

“Os dados levam a crer que o programa “FEIRA – EVENTO14” recebeu, no período de 24/10/2014 a 07/11/2014, sete pagamentos em Reais, o que desqualifica qualquer argumentação de pagamentos recebidos apenas no exterior, a qualquer título que seja”, diz a PF.

“Agregue-se a isso que tanto MONICA quanto JOÃO SANTANA foram categóricos ao afirmar que não receberam valores em espécie no BRASIL. E mais ainda, a referida planilha – que ao que se pode depreender se trata de uma ‘base de dados’ da propina – sugere que o valor total da “negociação” do programa “FEIRA – EVENTO14” alcançaria o montante de R$ 24.000.000,00.”

Feira e Dona Xepa mentiram para os investigadores da Lava Jato. Deveriam ter a prisão preventiva decretada.

Faça o primeiro comentário