ACESSE

A política do STF

Telegram

A decisão da Segunda Turma do STF, que pode inocentar Lula e acabar com a Lava Jato, não é jurídica, e sim política.

Diz Merval Pereira:

“O julgamento está cercado de fatores políticos, à revelia dos ministros do STF, que o tornam mais delicado do que normalmente já é, por tratar-se de um ex-presidente da República (…).

O presidente Bolsonaro desde o início bancou o apoio a seu ministro, visto como um Super-Homem pelas ruas. Esse é um trunfo político que Moro tem, no momento em que a definição do caso parece ser mais política do que jurídica.

Bolsonaro, por sua vez, só tem a ganhar com o apoio à Lava Jato. Montou-se novamente na sociedade o clima de combate à corrupção contra o petismo. Nesse contexto, a libertação do ex-presidente pode ser interpretada pela maioria da população como leniência com a corrupção.”

"O propósito dos vazamentos é desacreditar a Lava Jato..." LEIA AQUI

Comentários

  • Rosa -

    Pura verdade. Seria o STF contra a luta do povo, contra a corrupção.

  • Lucia -

    Discordo! Político é uma ova! Jurídico! Pois os argumentos não podem se sustentar com vazamentos ilícitos e manipulados ao bel prazer dos criminosos!!

  • majguerini@uol.com.b -

    O que a Lava Jato tem a ver com Moro? Ela não pode existir sem ele? Então o futebol brasileiro NÃO poderia ter ganhado 2 copas depois que Pelé parou de jogar? Menos heróis e mais Lava Jato.

Ler 136 comentários