"A prioridade do Congresso não pode ser outra"

“A prioridade do Congresso não pode ser outra”
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

A PEC da Imunidade, que está sendo analisada neste momento na Câmara, encontrará resistência no Senado.

O senador Dário Berger (MDB) já antecipou sua posição.

“O Brasil passa pela maior crise de saúde pública do século. 250 mil mortes. Pior momento da pandemia. A situação se agrava. A economia perde. A prioridade do Congresso não pode ser outra: a discussão de reformas, auxílio emergencial, e não ‘PEC da Impunidade’. Voto contra!”

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO