À procura de um governador para o DF

Rodrigo Rollemberg (PSB), claro, tentará se reeleger governador do DF em 2018. Para não repetir o vexame de seu antecessor petista, Agnelo Queiroz, que perdeu no primeiro turno, o socialista mudará de vice. O atual, Renato Santana (PSD), se tornou um de seus principais adversários políticos. Cogita-se até uma aliança com o PSDB, ressuscitando Maria de Lourdes Abadia, da turma de Joaquim Roriz, ou apostando no deputado Izalci Lucas.

Tadeu Filippelli (PMDB) e Rogério Rosso (PSD), abatidos pela Operação Panatenaico — embora em situações diferentes –, aguardarão o andamento dos processos para avaliar se lançam ou não candidatura.

Alberto Fraga (DEM), da bancada da bala na Câmara, também planeja chegar ao Palácio do Buriti.

Especula-se, ainda, uma eventual candidatura de Renato Rainha (sem partido), conselheiro do Tribunal de Contas do DF, mas ele não está disposto a largar o atual cargo.

Reguffe (sem partido), a princípio, continuará no Senado até 2022. Cristovam Buarque (PPS) buscará a reeleição, assim como Hélio José (PMDB), que é suplente de Rollemberg e, nas eleições de 2014, recebeu seis votos para deputado distrital. Sim, seis votos.

Veja também:

Paraná 2018

Sergipe 2018

Tocantins 2018

Mato Grosso do Sul 2018

Rio Grande do Norte 2018

Mato Grosso 2018

Maranhão 2018

Goiás 2018

Minas Gerais 2018

Roraima 2018

Rio Grande do Sul 2018

Bahia 2018

Pernambuco 2018

19 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Não, o senador Hélio José não teve 06 (seis) votos, foram apenas 04 (quatro) míseros babacas que sufragaram este impoluto cidadão “onesto” e ilibado(?). Devido a sua atuação brilhante(?) no senado, em prol das melancias (indicava qualquer uma, para o cargo que queria), espera-se uma avalanche de 50% dos votos na reeleição, isto se ele fizer um implante bucal, pois a queda da perereca (dentadura) no plenário do senado enquanto discursava(?), atrapalhou um pouco sua performance entre os desdentados, aos quais, não entregou o creme fixador Corega. Força Senador você consegue!!!

  2. BEIRA-MAR!!!! ELEITOR: JÁ IMAGINOU VC FINANCIANDO ESSES CORRUPTOS??? É O QUE VAI ACONTECER SE NÃO INVADIRMOS O CONGRESSO E BARRARMOS O FUNDO PARTIDÁRIO!!! CONTRA O VOTO EM LISTA/DISTRITÃO!!! CONTRA ANISTIA FISCAL AOS DEPUTADOS!!!

  3. O DF tem uma coisa muito boa que os outros estados não têm. O manda chuva Roriz está doente e quase morrendo, Luis Estêvão na cadeia, Arruda ficha suja, Agnelo odiado…Ou seja, os piores bandidos de estimação estão fora da disputa

  4. Pobre Brasília! Sou nascido e criado em Brasília. Acompanhei toda a conversa fiada para a “autonomia política” do DF, uma aspiração de espertalhões para chegar ao poder e, consequentemente, aos cofres públicos, através dos votos dos sempre incautos e desinformados eleitores. Desde a primeira eleição, tivemos as seguintes figuras: Roriz, Cristovam, Arruda, Agnelo e Rolemberg, isso sem falar em alguns que apenas serviram de tampões em razão de afastamento dos titulares por corrupção. No DF não tem outra: é corrupto ou corrupto-incompetente! E pelo que vem pela frente, POBRE BRASÍLIA!

  5. Como acreditar num país e nos seus três poderes onde partidos políticos são facções criminosas e a “justiça” liberta um PERIGOSO TRAFICANTE por ser filho de DESEMBARGADORA???

  6. EM 2018 NÃO REELEJA NINGUÉM! Se todo cidadão se conscientizasse que a melhor educação para o poder é a alternância, a mudança constante e incessante dos políticos, deverasmente, o mundo também mudava.

  7. Brasília era maravilhosa, quando não tinha Câmara Legislativa! Na constituição de 1988 criaram a Câmara para apadrinhar políticos na capital. Foi o fim a cidade! Hoje Brasília tem todos os defeitos de qualquer cidade administrada por partidos políticos. PENSEM QUANDO ELEGEM UM POLÍTICO, ESTÁ ENTREGANDO A SUA CIDADE A UM “PARTIDO”, QUE VAÍ ALOJAR TODOS OS SEUS AFILHADOS, INCLUSIVE OS QUE NÃO SÃO DA SUA CIDADE. E pior, tendo competência ou não!

  8. Para tirar esse INUTIL desgovernador aqui ja sao quatro votos! Segundo turno, esperar pra ver qual será o bandido, ou político. De toda forma ROLAUMBEQUE, apesar dos milhoes em publicidade e REDE BOBO no bolso (todas faturas em dia), e investimento pesado em mídia ENROLLEMBERG NUNCA MAIS!!

  9. “Os políticos e as fraldas devem ser mudados frequentemente e pela mesma razão.” A minha admiração por Eça de Queiroz, grande escritor. Em 2018 não reeleja nenhum deles, mas compareça às urnas, pois os que destruíram e querem continuar a destruir o Brasil nunca deixam de votar.

  10. No primeiro turno eu vou votar em qualquer poste para o Enrolaobeque não ir para o segundo turno. No segundo, vou anular o meu voto como prenda por ter votado no Agnelo em 2010 (adotei a seguinte atitude para mim: votou em alguém e se arrependeu? Fique sem votar por duas rodadas).

© 2017 - O ANTAGONISTA Todos os direitos reservados