A PROPINA DE 10 MILHÕES DE SÉRGIO GUERRA

A Operação Resta Um colhe também provas sobre tentativa de obstrução à investigação da CPI da Petrobras de 2009, que envolve o pagamento de R$ 10 milhões ao senador tucano Sérgio Guerra, morto em 2014.

Os investigadores rastrearam o pagamento do suborno, comprovado por delações, extratos bancários e vídeo.

Faça o primeiro comentário