Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

A prova de Eike

A prova de Eike
Fotos: Pedro Ladeira/Folhapress

“Um contrato celebrado entre Eike Batista e a empresa Aalu Participações e Investimentos S/A, que pertence a Alexandre Accioly, é a prova que o empresário levou aos procuradores para sustentar a informação de que pagou 20 milhões de reais a Aécio Neves”, diz Bela Megale, em O Globo.

“O pagamento ocorreu no mesmo período de um outro aporte feito pela Andrade Gutierrez para a mesma empresa de Accioly, no valor de 35 milhões de reais”.

Em nota, “Alexandre Accioly e QuatroA (AALU Investimentos e Participações) negam com veemência ter recebido qualquer recurso em nome de Aécio Neves por parte de Eike Batista, de suas empresas, prepostos ou quem quer que seja a qualquer tempo”. “O Sr. Alexandre Accioly e a QuatroA estão a disposição das autoridades para prestar os esclarecimentos que se façam necessários”, diz o texto.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO