A reforma estudantil dos invasores

Os “estudantes” que ocupam, segundo o MEC, mais de 1.000 escolas em protesto contra a PEC 241 e a MP do ensino médio conseguiram seu primeiro feito: atrapalhar a vida de 191.400 alunos que, às vésperas do Enem, receberam notificação oficial de adiamento da prova.

Com as escolas ocupadas, o MEC decidiu aplicar o exame para parte dos alunos somente em dezembro.

Assim vamos mesmo longe.

O aviso enviado a um estudante reproduzido por reportagem do G1

Faça o primeiro comentário