A régua torta de Janot

No pedido ao STF para investigar a compra dos carrões de Collor, Rodrigo Janot chamou a atenção para “depósitos vultosos” na conta da empresa Água Branca Participações, que, segundo ele, não possui sede física nem empregados.

A Água Branca de Collor é igualzinha à VTPB de Beckembauer Rivelino. Se Janot não atuasse como advogado de Dilma, ele teria mandado quebrar o sigilo bancário da gráfica fantasma.