A Revolta da Vacina de Bolsonaro leva o Brasil de volta a 1904

A frase de Jair Bolsonaro sobre ninguém poder “obrigar ninguém” a tomar vacina tornou-se campanha oficial do governo.

A Secretaria de Comunicação da Presidência publicou a frase em suas redes sociais, acompanhada do seguinte texto:

“O Governo do Brasil investiu bilhões de reais para salvar vidas e preservar empregos. Estabeleceu parceria e investirá na produção de vacina. Recursos para estados e municípios, saúde, economia, TUDO será feito, mas impor obrigações definitivamente não está nos planos.”

Vacina obrigatória contra uma doença como a Covid-19, que já matou mais de 850 mil no mundo e mais de 120 mil no Brasil, é apenas questão de bom senso e sobrevivência.

Bolsonaro quer posar de libertário, mas é só um negacionista estúpido. Seu governo ameaça reencenar a Revolta da Vacina de 116 anos atrás, quando ignorantes depredaram o Rio em reação à vacinação obrigatória, proposta por Oswaldo Cruz, que erradicaria a varíola no país nas décadas seguintes.

“Brasil acima de tudo” –e de volta a 1904.

Leia mais: O erro dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 99 comentários
TOPO