ACESSE

A semana mais importante do ano

Telegram

Sérgio Machado gravou suas conversas com Romero Jucá, Renan Calheiros e José Sarney na segunda semana de março.

A data é essencial para compreender o que foi dito.

Veja aqui o que estava ocorrendo naqueles dias:

4 / 3 – Na 24° fase da Lava Jato, a PF vasculhou as propriedades de Lula e levou-o para depor na delegacia.

6 / 3 – STF dissolveu a comissão do impeachment e ampliou o poder do Senado, favorecendo Dilma Rousseff.

7 / 3 – A secretária da Odebrecht delatou o esquema da empreiteira com João Santana, o marqueteiro da campanha de 2014.

8 / 3 – Marcelo Odebrecht foi condenado por Sergio Moro a 19 anos de prisão.

10 / 3 – Promotores de São Paulo pediram a prisão de Lula.

13 / 3 – Quatro milhões de pessoas foram às ruas pelo impeachment.

14 / 3 – Lula fugiu de Sergio Moro escondendo-se na Casa Civil.

16 / 3 – Sergio Moro divulgou os grampos em que Lula e Dilma Rousseff tramam para obstruir a Lava Jato.

Comentários

  • PAULA -

    UM MOMENTO IMPORTANTE PARA O PAÍS, PRECISAMOS DE COMPETÊNCIA E SERIEDADE!!! SEGUE UMA SUGESTÃO SÉRIA: PAULO RABELLO DE CASTRO PAULO RABELLO DE CASTRO PAULO RABELLO DE CASTRO PAULO RABELLO DE CASTRO PAULO RABELLO DE CASTRO PAULO RABELLO DE CASTRO PAULO RABELLO DE CASTRO

  • Renato -

    O Sr. Michel Temer mostra toda sua liturgia ao cargo, deu espaço para o Ministro se defender, não o conseguindo ele o retirou sem estardalhaço e sem a necessidade de demostrar poder. A Cristiana Lobo da Globo news..deve estar aterrorizada com a elegância das pessoas nessa nova fase do Brasil.

  • Marcelo -

    Eis que depois de muita pressão de supostos artistas, o governo recria um ministério. Eis que na virada de domingo para segunda, uma gravação seletiva(coisa que Jucá ou outro não argumentou)é publicada no jornal ligado ao governo, para atingir o homem ligado ao orçamento, em dia de sua apresentação. Não foi a de Renan, simpático ao petismo, não foi a de Sarney, já fora do baralho. Foi para pegar o governo. É por isso que digo..não devemos nos superestimar...nem Sergio Moro ou outro Batman da vida deve caminhar pela ideia de um povo contra a corrupção.

Ler 24 comentários