ACESSE

A "sensatez" de Noronha

Telegram

A Folha de S. Paulo, em editorial, defende a soltura de Fabrício Queiroz:

“Pode-se considerar que Noronha agiu de maneira sensata, em que pesem as circunstâncias espinhosas — um suspeito de desvio de recursos públicos, que estava desaparecido até ter sido descoberto e preso em Atibaia, numa propriedade do advogado Frederick Wassef, até então defensor de Jair e Flávio Bolsonaro.

Tal sensatez, contudo, não se observou em episódios pregressos, quando o presidente do tribunal negou o benefício a outros detentos expostos aos riscos da doença.”

O jornal quer soltar todos os presos.

Leia mais: Comprovação do elo entre a Presidência da República e o gabinete do ódio complica Bolsonaro. Clique e leia

Comentários

  • Paulo -

    Como cidadão acho este joenaleco um folhetim do crime organizado que atua na política. Este jornal criminoso esta sempre do lado do crime e contra a sociedade. Jamais assinarão este lixo de jornal.

  • Cri -

    Não existe, em lugar algum do mundo, imprensa isenta, imparcial. Todos dão nó na lógica em defesa de seus interesses e/ou de sua ideologia. Esse editorial da FSP parece-me ser um exemplo típico.

  • Nando -

    Chora mais antagonista chora

Ler 94 comentários