“O Rio é quase um caso perdido”

Darcísio Perondi, vice-líder do governo na Câmara e integrante da tropa de choque de Michel Temer, saiu em defesa de Torquato Jardim, registra O Globo.

Segundo o deputado do PMDB gaúcho –que não comentou a reação de Rodrigo Maia–, o ministro da Justiça falou em nome pessoal sobre a situação do Rio.

“Sabemos que o Rio é quase um caso perdido. Ele [Torquato] foi sincero. Às vezes, a sinceridade machuca.”

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 44 comentários
  1. Um momento: “Quase um caso perdido?” Quando faltar água e energia elétrica, todos seremos mortos em latrocínios, i.e., morte seguida de roubo! Em tempo: precisamos somente de mais pão e mais circo!

  2. Bando de frouxos, ladrões e canalhas, ao invés de ficarem falando m. pelo país afora, intervenham logo na p. do Estado do Rio de Janeiro, mas não, o problema não é grande o suficiente ainda né, afinal, milhares de reais estão entrando no bolso de centenas de canalhas de Brasília até os Estados. Atenção FFAA, intervenham logo nessa m. que virou o Brasil, ou vão ficar continuando a brincar de subir no morro do Rio, enquanto continuamos com mais de 61 mil mortos ao ano em todo o País?

  3. Esse Torquato me lembra muito o Aragão, o falastrão.
    São muito iguais, trapalhões nas palavras e nas ações.
    Fez alguma coisa prática além de dar entrevista e jogar o Temer no ventilador?

  4. Rio 40 graus!Gangsterismos no estado puro.Séculos de deboche,deu,no,que.Deu.
    O Cristo Redentor está de costa pro povo carioca.
    O problema do Brasil,é FÁBRICA linha de montagem de fabricação de crianças,jogadas nas ruas,entregue à própria sorte.DEUS CRIA O TRÁFICO ADOTA!!!!As igrejas não oferecem preservativos.

  5. O Rio é um caso perdido desde o dia da chegada da família real.
    Posteriormente, com a mudança da capital, as coisas desandaram em definitivo.
    Agora, o perigo é a contaminação rápida do resto do país!!!

  6. Se tornou um caso perdido, a partir da abolição da escravatura. Minha visão não é escravocata, é realista. O que aconteceu após a a frase “A Senhora redimiu um povo, mas , acabou de perder o Trono”? Os poderosos ficaram com as partes nobres da cidadé. Centro, Urca, Leblon, etc. .. e aos libertos, só restaram os morros. Como se diz : É tempo de muricy, cada um cuida de so. Aos libertos, nada foi garantido, nada. Emprego, habitação, educação, nada. A bolha foi inchando, até chegarmos ao descalabro atual.

  7. Torquato está certo, mas temos bons exemplos de outras categorias envolvidas em escândalos,
    que continuam agindo e que não foram citadas: políticos e bombeiros são bons exemplos.

  8. O RJ é apenas um dos “frutos apodrecendo” de uma grande árvore, cujas raízes remonta da guerra do Paraguai, quando “escravos soldados” retornaram e foram abandonados pelo Estado; foi aí que começou a primeira favela. A miséria se transformou em cultura…
    Esta árvore representa a estrutura relacional da nação com o Estado Brasileiro; uma relação que está gerando uma safra inteira de “frutos podres” – não é só o RJ…
    Em parâmetros morais e de credibilidade, uma intervenção dos artistas da Praça dos Três Poderes nos artistas dos morros cariocas é o mesmo que trocar seis por meia dúzia.

  9. E o caso perdido se deu principalmente pelo fato da Globo ter protegido Sergio Cabral, durante todo o tempo, por interesses dela e do PT. Diga-se, contra todas as evidências que poderiam ter sido denunciadas. A Globo adota qualquer bandido que lhe é favorável e detona qualquer um que atravesse seu caminhoe. Com o seu poder tem comprado a consciência de profissionais que para mim foi uma surpresa. Vejam o papelão prestado por Merval durante a tentativa, felizmente frustrada, de derrubada do Temer empreendida por seus patrões, aliados ao que há de pior e mais nocivo no país, em vários setores. Pouco importava a tragédia que afetaria os mais pobres. A Globo adotou a cor vermelha durante o petismo não foi a toa. Só seus interesses e suas mamatas governamentais interessam.

    1. Infelizmente e verdade! A Globo assuniu o poder e esta nadando d bracada com a mafia lefislativa carioca, q obviamente comanda o Estado. E ainda temos de aturar o Maia, verme desclassificado protegido pela midia

  10. O Brasil é quase um caso perdido, governado por investigados e indiciados, partidos políticos que se comportam como quadrilhas, um Congresso de chatagistas e um STF que protege crimes de colarinho branco e corruptos, sob pretexto de defender a CF.

  11. Até meu cachorro sabe disso. Que estória é essa de não saber que o Crime Organizado é quem organiza o Rio? Qual é brother! Que isso? O Rio precisa sim de uma reação forte, como a que acabou com a pretensão de Pernambuco de ser independente em 1817 e depois em 1822. O então Estado Monárquico foi lá e fez o que a Catalunha está vendo hoje, mantendo a unidade nacional. Esta república inventada por esquerdistas de então, não expressa nosso comportamento, em especial por nossa dimensão territorial e comportamento social. A república deu errado aqui, nos atrasando de 4a. potência econômica para um país sem dono, tipo cachorro que cai de caminhão de mudança.

  12. Estão preocupados com o Rio de Janeiro? É só o começo, do RS e SP ainda vem muita fedentina por aí. Subjugaram o crime organizado, esqueceram de governar, quero ver apagar esse estopim.

  13. Darcísio Perondi é muito benevolente. O Rio de Janeiro já é um caso perdido. O que ele não cita é que seu partido PMDB, o PDT de Brizola, e o PT de Lula, corromperam, roubaram e permitiram que o crime organizado criasse corpo e atingisse o ápice de sua força. Entraram no poder e ali permanecerão, e ainda, estão se proliferando pelo País afora. Agora aguenta.

  14. Infelizmente o Rio de Janeiro foi governado nos últimos 30 anos por políticos
    medíocres e corruptos. A maioria da população sempre endossou esse tipo de
    politica. Não adianta chorar e jogar para a galera: o Rio acabou há muito.

  15. Quase perdido? Andei pelo centro da cidade ontem e o quadro é arrasador! Camelôs por toda parte vendendo produtos roubados ou contrabandeados, moradores de rua por toda parte, sujeira e mau cheiro, usuários de droga em lugares públicos… esse é o “legado olímpico”.

  16. O RJ não é quase um caso perdido! É um caso perdido!
    O Estado é o maior NARCO-TRAFICANTE e NARCO-TERRORISTA que existe!
    Deus abençoe o Ministro Torquato por levantar essa questão!
    Ele deveria ser enaltecido, e não achincalhado!

  17. Com os bananas no poder, querendo que a coisa piore pois é uma agenda globalista, está tudo perdido. Mais fácil é acabar com a bandidagem nos morros do Rio que acabar com a pilantragem comunista.

    1. O curioso é que o mandato do Pezão foi cassado, acho que já faz 1 ano e ninguém mais fala nisto. Neste pais da impunidade, tenho ciência de que o caso está pendente de recurso para sempre e que seja esquecido.