A transparência do presidente do TCU

Raimundo Carreiro, presidente do TCU, decidiu por conta própria que processos sobre acordos de leniência não precisam mais ser pautados antes de julgamento, informa o Estadão.

Traduzindo: não saberemos quando a corte discutirá o ressarcimento de bilhões desviados por empreiteiras.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200