ACESSE

A tropa de choque lulista

Telegram

Em maio, o empresário Carlos Alberto Bettoni protestava contra os crimes petistas diante do Instituto Lula, em São Paulo, quando foi covardemente agredido e quase perdeu a vida.

Os agressores: Maninho do PT e seu filho, Leonardo.

Perseguido na rua pela dupla, Bettoni chocou-se contra um caminhão e caiu no chão, já sangrando.

Teve traumatismo craniano e precisou ser operado.

Os petistas foram presos e serão levados a júri popular.

Há uma semana, foram beneficiados por um habeas corpus concedido por Jorge Mussi, do STJ.

É Natal.

 

Operação Lava Toga: a chance de limpar o Judiciário. SAIBA MAIS

Comentários

  • elisabeth -

    Os bandidos a serviço do PT, matam, atropelam e fica tudo isto por nada, cade o assassino do Celso Daniel e as onze testemunhas? resposta estão mortas. Vamos ver o pretenso assassino do Bolsonaro.

  • Coroinha -

    Covardes, assassinos, predadores. Indago, desde quando os petralhas agem diferentemente? E, no final das contas, é só recorrer ao tribunal mais conveniente. Chega de PT, aves de rapina.

  • Silvio -

    É por essas e outras que odeio o natal !

Ler 55 comentários