A última de Haddad

No apagar das luzes, Fernando Haddad favoreceu um grupo empresarial ao determinar a mudança de local da Ceagesp.

Leiam um trecho do editorial do Estadão sobre o assunto:

“O prefeito Fernando Haddad persistiu, até o último minuto de seu governo, em sua atitude de aproveitar todas as oportunidades – as que se apresentaram e as que ele criou de caso pensado – para exercitar sua vocação para o marketing e a demagogia. Raro ponto, infelizmente negativo, em que sua competência deve ser reconhecida. É o que aconteceu com o decreto por meio do qual pretende viabilizar e facilitar a transferência da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) da Vila Leopoldina, na zona oeste, para Perus, na zona norte.

Como mostra reportagem do Estado, esse decreto estabelece as diretrizes para que se faça aquela mudança, na qual está interessado um grupo formado pelas empresas Votorantim, SDI Desenvolvimento Imobiliário e o Instituto de Urbanismo e de Estudos para a Metrópole (Urbem). Ele pretende assumir os serviços hoje prestados pela Ceagesp, uma empresa controlada pela União, a maior do gênero na América Latina, que tem 13 unidades em São Paulo. A da capital representa 80% do total de seus negócios.”

E os bobocas achando as ciclovias de Haddad uma maravilha sem igual…

Faça o primeiro comentário