A vaca sagrada

José Carlos Bumlai negou à Folha de S. Paulo que na portaria do Palácio do Planalto houvesse um crachá garantindo-lhe acesso irrestrito ao gabinete de Lula.

Ele disse:

“Se o crachá existisse tinha que estar comigo e não na portaria. Nunca soube desse crachá. Lula ficou na Presidência de 2003 a 2010. Estive no gabinete três vezes nesse tempo”.

O crachá, claro, existia, e foi fotografado pela Veja:

“O Sr. José Carlos Bumlai deverá ter prioridade de atendimento na Portaria Principal do Palácio do Planalto devendo ser encaminhado ao local de destino, após prévio contato telefônico, em qualquer tempo e qualquer circunstância”