'A vacina do Butantan será a vacina brasileira', disse Pazuello ontem

A vacina do Butantan será a vacina brasileira, disse Pazuello ontem
Foto: Erasmo Salomão/MS

Como publicamos ontem, Eduardo Pazuello afirmou nesta terça-feira (20), durante sua reunião de cerca de duas horas com governadores, que “a vacina do Butantan será a vacina brasileira”.

“O Butantan fez uma carta de licença de fabricação da vacina no Brasil e fabrica a vacina no Brasil, como fabrica as demais vacinas”, declarou o ministro da Saúde.

“Então, a vacina do Butantan será a vacina brasileira. (…) Nós já fizemos uma carta em resposta ao ofício do Butantan, e essa carta (…) é o compromisso da aquisição dessas vacinas que serão fabricadas até o início de janeiro, em torno de 46 milhões de doses, e essas vacinas servirão para nós iniciarmos a vacinação ainda em janeiro”, prosseguiu Pazuello.

O trecho do vídeo da reunião chegou a ser selecionado e legendado pela assessoria de João Doria —o governador o publicou ontem em suas redes.

Mas tudo isso, claro, foi antes de Jair Bolsonaro dizer à bolha do WhatsApp e de suas redes que a “vacina da China” não será comprada e obrigar o Ministério da Saúde a falar em “possível aquisição”.

Leia mais: Dinheiro na cueca: 'aqui não tem corrupção'?
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 16 comentários
TOPO