A vaga de Fischer

Ministros do Superior Tribunal de Justiça avaliam reservadamente que uma eventual substituição do ministro Felix Fischer tem potencial para provocar polêmica no meio jurídico e no Planalto.

Isso porque a lista enviada pela Ordem dos Advogados ao STJ terá que contar com aval do presidente da entidade, Felipe Santa Cruz, que enfrenta desgaste com Jair Bolsonaro e Sergio Moro.

Fischer, relator da Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça, renovou a licença médica por mais 60 dias no começo do mês. O ministro trata uma embolia pulmonar. O primeiro afastamento do ocorreu em julho do ano passado. Segundo colegas, Fischer tem um quadro clínico bom, mas a recuperação é lenta. Integrantes do STJ  não descartam que ele tenha que deixar a Corte antes de completar 75 anos.

Basta de atritos com Bolsonaro. LEIA AQUI

A OAB elabora uma lista com seis nomes, que é enviada para o STJ. Na sequência, ministros escolhem três nomes e encaminham para o presidente. A indicação precisa ser submetida ao Senado. Entre os nomes que aparecem para uma eventual vaga está Tarcísio Vieira de Carvalho, atual integrante do TSE.

 

 

 

Comentários

  • GABRIEL -

    Bolsonaro Muda! Aguarde.

  • GABRIEL -

  • RONALDO -

    Não servem para nada. Marajás ! O povo morrendo com péssimos hospitais , sem educação, sem segurança, e sem comida. E, estes sujeitos que vivem em uma bolha de vantagens ficam decidindo quem vai

Ler 23 comentários