A vergonha internacional de Roberto Alvim

Diversos veículos da imprensa estrangeira estão dando destaque ao discurso de Roberto Alvim, agora ex-secretário da Cultura de Jair Bolsonaro, e suas citações do nazista Joseph Goebbels.

O jornal americano The New York Times, por exemplo, saiu com a chamada “Principal funcionário [do Ministério] da Cultura do Brasil demitido por discurso evocando propaganda nazista”.

Na CNN, o enunciado foi “secretário de Cultura do Brasil demitido após aparentemente citar o líder nazista Joseph Goebbels em vídeo” (não foi “aparentemente”; as citações, como O Antagonista publicou, são literais).

A NOVA CHANCE DO '02' NA GUERRA DA COMUNICAÇÃO. Saiba mais

E o site do canal de TV europeu Euronews reproduziu o vídeo de Alvim dizendo que ele “despertou fúria” com seu discurso.

Comentários

  • Gilberto -

    Anauê seu FDP

  • Marcelo -

    Como se estivéssemos preocupados com opiniões de estrangeiros! Nada mudou ! Vamos elevar nossa cultura ao Heroismo e os pilares da nossa formação como Pátria!

  • Ryu -

    Veículos da imprensa estrangeira tem tanta credibilidade quanto as nacionais. ZERO!

Ler 75 comentários