Abel Gomes mantém na cadeia doleiro que operou para Márcio Thomaz Bastos

O desembargador Abel Gomes, relator da Lava Jato no TRF-2, rejeitou os habeas corpus dos doleiros Richard Van Otterloo, Sergio Mizrahy, Henry Tabet, Roberto Rzezinski e Marco Antonio Cursini.

Abel só acolheu o pedido de liberdade de Paulo Aramis, por motivos de saúde. Todos foram presos na Operação Câmbio, Desligo.

Como O Antagonista revelou ontem, Cursini revelou em delação premiada, em 2007, ter operado para o advogado Márcio Thomaz Bastos, que foi ministro da Justiça de Lula e morreu em novembro de 2014.

Exclusivo: Alvo da Lava Jato no Rio, doleiro operou para ex-ministro Márcio Thomaz Bastos

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 9 comentários
  1. Parece que a V.Exa. Gilmar Beiçola não está dando conta de todos os alvarás de soltura dos HC’s negados pelos TRF’s e demais Instâncias .Diz a “Lenda Urbana”, sempre ela, que o dito jurisconsulto legalista está tentando convencer seus pares no STF sobre a viabilidade (especificamente no seu caso) de emitir pelo menos algumas dezenas de “Alvarás de Soltura” já devidamente impressos e numerados para controle – sempre com o mesmo argumento de “Presunção de Inocência” e assinados, bastando apenas acrescentar o nome do “pobre injustiçado da vez” que seria feito pelo respectivo rábula da vez, mediante a apresentação de uma “$enha” pessoal, verbal e intransferível.

  2. BRASIL BRASIL BRASIL BRASIL BRASIL BRASIL BRASIL
    Parabéns Nobre e Honrado Desembargador Abel GOMES, relator da Lava Jato no TRF-2. A NAÇÃO se orgulha da maioria esmagadora de seus Magistrados . NÃO podemos deixar o ministro GILMAR Mendes , em seu plano sórdido, colocar a população contra o Judiciário . Gilmar confia na proteção do SENADO , do criminoso EUNICIO de Oliveira do Ceará.