Acabou a moleza, Lulinhazinho

A PF visitou Lulinhazinho às 11 da noite.

Segundo a Folha de S. Paulo, os policiais bateram à porta de seu apartamento (na verdade, o apartamento está registrado em nome de Roberto Teixeira) depois que ele voltou da festa de aniversário de seu pai, anteontem.

A Zelotes intimou-o a depor hoje no inquérito que apura a compra da MP da CAOA.

O episódio, mantido até agora em segredo, enfureceu o entorno de Lula, de acordo com Monica Bergamo.

Acabou a moleza, Lulinhazinho.

Faça o primeiro comentário