Ação contra Aécio no caso das malas está parada e sem juiz

A ação penal contra o deputado Aécio Neves no caso envolvendo supostas propinas de R$ 2 milhões da JBS está paralisada desde o início de março e nem sequer tem um juiz titular para conduzi-la, diz a Crusoé.

“Trata-se do caso em que o primo do parlamentar foi filmado recebendo uma mala de dinheiro do executivo Ricardo Saud, delator do grupo. Na mesma investigação, Aécio foi flagrado combinando a entrega do dinheiro com Joesley Batista. Na ocasião, proferiu a célebre frase a respeito de seu primo: ‘Tem que ser um que a gente mata ele antes de fazer delação. Vai ser o Fred com um cara seu. Vamos combinar o Fred com um cara seu porque ele sai de lá e vai no cara. E você vai me dar uma ajuda do caralho…’”

Leia aqui a íntegra da nota.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 20 comentários
TOPO