Ação popular contra reajuste dos salários do Judiciário

O advogado Carlos Alexandre Klomfahs entrou com ação popular na Justiça para suspender o aumento de salários dos ministros do STF, registra o Estadão.

Klomfahs pede que ‘seja sustado o andamento do ato administrativo’ enviado ao Ministério do Planejamento para compor o Orçamento do Executivo, do Legislativo e do Judiciário que será analisado pelo Congresso.

“Causa espécie e furor à sociedade brasileira, que tomando como parâmetro o percentual do aumento do salário mínimo de 2017 para 2018, que foi de 1,81%, e o índice oficial da inflação (IPCA) de 2,95%, temos que aceitar passivamente o percentual de reajuste do Judiciário e seus consectários, de 16,38, que notadamente viola os princípios da razoabilidade, da proporcionalidade e dos objetivos da República Federativa do Brasil em construir uma sociedade livre, justa e solidária e reduzir as desigualdades sociais”, afirmou o advogado.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 78 comentários
  1. Não sei porque está chiadeira toda. Os juízes querem a reposição da inflação dos últimos anos. Plano de saúde, educação, gasolina, etc. subiram acima da inflação. Não é aumento de salário. É correção.

  2. Parabéns pela iniciativa do advogado decisão canalha do judiciário e da pgr e mp usando mais uma vez a caneta em causa própria mancomunado com o parlamento. O povo tem que reagir esse sacrilégio.

  3. Nao bastasse a insegurança jurídica provocada por esse bando de juizes vendidos, ainda se metem no que não lhes diz respeito. Aonde já se viuo Judiciario interferir em assunto do orçamento da união?

  4. Sabe porque médico do SUS não presta ? Sabe onde estão os médicos bons? Médico bom tem consultório particular e ganha fortunas…..e não trabalha pro SUS porque SUS paga pouco. Que juiz vc quer? SUS?

  5. O advogado poderia explicar qual judiciario vai julgar a causa ??? Só se for o judiciario americano, pois o judiciario Brasileiro vai concordar com o aumento….Decidem o proprio aumento e se lixam

    1. Deve ser advogado…..são os que mais agridem os juízes (q trabalham MUITO !)… advogados q tentam, tentam, mas não conseguem passar no dificílimo concurso para juiz. Inveja é uma droga!

    2. Sim, os juízes querem o reajuste que a CONSTITUIÇÃO lhes garante. Ou você acha q bons profissionais vão ralar para serem juízes e ganhar um décimo do que ganhariam na advocacia ? Acorda!

    3. Kaká, eu tenho vitaliciedade, não podem me demitir. Coisa de gente inteligente e não de frustrados que não conseguiram aprovação no concurso.

  6. Há 12 anos os juízes esperam. A Constituição DETERMINA REPOSIÇÃO ANUAL da inflação aos juízes, mas DESDE 2006 as poucas reposições havidas foram inferiores à inflação. A diferença acumulada é de 50%.

  7. De Jan/2006 a Jan/2018 – sal. General-de-exército reajuste de 107%. No mesmo período o reajuste do subsídio do stf foi de 57%. Gostaria que fosse igual para todos também.

  8. Obrigada Dr. Carlos Alexandre. Ficar criticando abaixo das notícias não está adiantando nada! Nossa crítica e indignação não chega até eles. Só temos 2 opções, o voto e as ruas com o povo enfurecido.

  9. Só a possibilidade do povo enraivecido cair encima deles poderá causar medo! O fato do STF pedir aumento na situação falimentar em que o Brasil se encontra é uma afronta, rindo da nossa cara!

  10. R$ 10 mil por mês de penduricalhos – auxílio moradia, livro, educação pra filho malandro, saúde, paletó… – tudo ISENTO de IR! Quantos trabalhadores ganham 10 mil mês isentos de IR! VAGABUNDOS!

  11. E quem vai julgar isso é o STF! KKKKK!!! O povo tem que sai nas ruas pedir dispensa de servidores. Não tem dinheiro para pagar é rua! Os cara de pau ainda fazem greve pedindo aumento!

  12. Com inflação de 6% aa, qualquer BARNABÉ do funcionalismo público que ganhe acima de 10 mil mês tem que ficar 15 anos sem receber aumento para o salário passar a valer 5 mil, que é mais do que justo!

  13. Outras autarquias federais também estão em greve. Enquanto o povo está se ferrando eles querem aumento de salários. O povo tem que sair para a rua e pedir dispensa desses funcionários.

  14. A MÁFIA de menos de 1% de toda população brasileira que ganha 33 mil, mais 10 mil mês isentos IR de penduricalhos, gabinetes lotados de amantes, filhos, genros, noras, se aposentam 50 anos!

  15. É preciso ação popular para fechar este STF vergonhoso e o judiciário em sua maioria. Essa presidente manca acha que engana dizendo que é contraria ao aumento. MILITARES NO PODER JÁ.

  16. Bolsonaro vem aí com a mão de ferro contra estes capas vermelhas. Se não se agacharem ele fecha aquele barraco e coloca meia dúzia nas grades para explicarem os desmandos à favor da orcrim.

    1. Essa decisão é tão vergonhosa, quanto algunhas decisões de ums 4 “MINISTROS DESSE POBRE STF”.

    1. Corte nos penduricalhos abusivos. Quer ganhar dinheiro mole, vai para a iniciativa privada. Extorquir do povo desempregado é que não pode.

  17. Todo apoio!!! Além de traíram a sociedade, os ministros do STF, cheios de privilégios imorais, querem mais dinheiro. Banana! Vivemos o Congresso! Reeleição ZERO!!!

  18. O PODEMOS da Espanha apresenta emenda constitucional resolvendo para sempre a questão salarial de todo o MUNDO para o resto da eternidade: o salário máximo será 12 vezes o salário mínimo. Comunismo…

  19. • participe ♟♟♟♟♟♟♟♟♟♟♟♟♟♟♟♟
    • e pó–ovo morto e LATA de LIXO brasiLIXEIRO
    •só precisa entrar com a BUNDA e o $$$$$$$$$$$
    • •• •• ••

  20. Sua punição, CarMonga: rodopiar pelada naquele pole dance para meu prazer voyeristico. Quero te ver arrancar a calcinha e esfregar na minha cara de safado. E depois me pagar com esse aumento pornô.

  21. A ação está fadada ao fracasso. O argumento é falacioso. Em janeiro, quando o reajuste se concretizaria, juízes e promotores estarão há quatro anos sem reajuste e já acumulam perda superior a 40%.

    1. Essa é a matemática do capeta, perda de quarenta por cento de quê?? Quem está perdendo com esse judiciário é o Brasil. Bando de carcarás…

    2. Todo apoio!!! Além de traíram a sociedade, os ministros do STF, cheios de privilégios imorais, querem mais dinheiro. Banana! Vivemos o Congresso! Reeleição ZERO!!!

  22. Deve entrar também com ação contra o rombo da renegociação da dívida dos ruralistas. Se é para o Estado, o povo quitar dívidas e subsidiar setores da economia, anunciem que estamos no comunismo.

  23. Inflação impõe reajuste. Deve-se, porém, combater a participação de políticos togados em aventuras comerciais, mesada e bolsa-cônjuge. Urge um embate detergente, que extinga o caos jurídico vigente.

  24. Essas pragas do judiciário agem como uma quadrilha e atuam para manter privilégios com os impostos que grande parte da população paga para ter saúde, educação e segurança razoáveis. São uns chupins!!!

  25. O advogado tocou no ponto central. Os ‘supremos’ do STF criticam a desigualdade social no Brasil em suas sentenças tão ‘justas’ e terceirizam a culpa, sendo que a CULPA é deles mesmos.

  26. Temos um problema, são os beneficiados que por isso optaram que julgarão em definitivo a ação, viemos à mais ampla ditadura que se tem notícia na Terra, a ditadura juristocrata, acordem pessoas!

  27. Se o congresso fosse independente vetaria esse escárnio daquela que se diz chamar-se de justiça; justiça para seus membros em detrimento de uma sociedade aviltada pela hipocrisia dos nababos!

    1. Exatamente o contrario, as instituições justas como a turma da lavajato é que são mal vista pelo judiciário porque não querem mudança alguma e porque expõe a grave omissão deles se comparados ao Moro

  28. Trata-se de crime organizado, formação de quadrilha, assalto aos cofres públicos, genocídio, exploração de incapazes etc., etc. e e etc. O que essa gente merece? São seres abomináveis.

  29. O Brasil está TOMADO pelo GOVERNO, está TOMADO pela VONTADE dos CORRUPTOS, nem parece DEMOCRACIA, eles IMPÕES a leis e o TROUXA do brasileiro paga a conta. Agora em Outubro tem que mudar.

  30. Sim! Uma ação popular. Mas quem irá julga-la? Um membro do judiciário. Será que ele vai ser contra o aumento do seu próprio salário? Não creio. Vai falar mais alto o corporativismo. Com certeza.