ACESSE

"Acho que estamos correndo perigo", diz Bittar, sobre projeto das fake news

Telegram

O senador Márcio Bittar (MDB), um dos vice-líderes do governo no Congresso, não concorda com a votação, marcada para hoje, do projeto que trata das fake news.

Mesmo com o relator da proposta, senador Angelo Coronel (PSD), tendo se comprometido a apresentar um substitutivo bastante diferente do texto original — de autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania) e dos deputados Felipe Rigoni (PSB) e Tabata Amaral (PDT) –, Bittar acha que votar o tema no afogadilho, por meio de sessão virtual e em meio à pandemia da Covid-19, não é bom.

“Acho que estamos correndo perigo”, disse ele a O Antagonista.

Na semana passada, Bittar afirmou que a proposta original é “inconveniente, inoportuna e inconstitucional”. O senador, entre outras coisas, disse se preocupar com a possibilidade de “o sigilo das comunicações ser vilipendiado em nome de um suposto combate a fake news”.

Davi Alcolumbre incluiu o projeto na pauta do Senado no mesmo dia da operação autorizada por Alexandre de Moraes contra bolsonaristas. A confirmação da votação veio ontem, após reunião de líderes.

Leia também: BOLSONARISTAS NA MIRA DO STF

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 8 comentários